EVENTOS

365 Algarve: Guitarras & Património

São Brás de Alportel, 13/05/2017 às 17:30

A Academia de Música de Lagos irá apresentar um espetáculo inserido no ciclo de “Guitarras e Património”, em São Brás de Alportel -Museu do Trajo de S. Brás de Alportel.

Paulo Galvão (guitarra clássica) Nasceu em Portimão, em 1967. Iniciou a sua aprendizagem musical com Luís Robert na Escola de Música do Grupo Coral de Lagos, tendo posteriormente prosseguido estudos no Conservatório Nacional, em Lisboa, onde concluiu o curso de Guitarra em 1992, na classe do Prof. Manuel Morais. Com o mesmo Mestre, terminou, em 1996, uma especialização em Instrumentos Antigos: alaúde renascentista e guitarra barroca. Paralelamente, desenvolveu a sua formação frequentando workshops e masterclasses com Jakob Lindberg, Alberto Ponce, Hopkinson Smith, Javier Hinojosa, Piñeiro Nagy e Lopes e Silva. Estudou composição com Jorge Peixinho e harmonia com Manuel Morais. Em 1992, iniciou a sua atividade pedagógica na Academia de Música de Santa Cecília, em Lisboa, tendo também lecionado no Conservatório de Loures, na Escola de Música Nossa Senhora do Cabo e na Escola de Música Crescendo. Desde 1998 é professor de Guitarra na Academia de Música de Lagos. Nesta escola, fundou os projetos pedagógicos "1001 cordas" e "Guitar Kids", que atualmente dirige e para os quais escreveu dezenas de arranjos e composições originais. Em 2013, concluiu a sua Profissionalização em Serviço, como docente. Ao longo dos anos, Paulo Galvão tem realizado um vasto número de atuações, tanto a solo como integrado em diversas formações de música de câmara.
Discografia: Duo Galvão – "Recital" (1999), CD que inclui obras para flauta (Joaquim Galvão) e guitarra (Paulo Galvão); “Livro de Guitarra do Conde de Redondo” (2000) , CD que apresenta em estreia mundial para guitarra barroca um manuscrito português do século XVIII; “1526” (2000) CD realizado com o cantor contratenor Vítor Lima e Joaquim Galvão (flautas renascentistas), abordando o Cancioneiro de Elvas e a polifonia portuguesa do século XVI; “Moçárabe” (2001) CD dirigido por Eduardo Ramos, que recria a tradição peninsular medieval e islâmica; Duo Galvão - "Écloga" (2004) CD que inclui obras para flauta (Joaquim Galvão) e guitarra (Paulo Galvão).