Instituição

Corpo docente

A Academia de Música de Lagos tem ao seu serviço um corpo docente jovem, constituído por professores portadores de habilitação profissional ou habilitação própria, cujo grau varia entre Bacharelato, Mestrado e Professores Doutores.
Este corpo docente, de um valor inestimável, em função dos graus académicos que possuem e da respectiva faixa etária, conta com muitos professores algarvios. Estes muitas vezes estudaram e realizaram os seus exames nas escolas propriedade da AML, encontrando na Academia de Música de Lagos a oportunidade de trabalho, de transmissão dos seus saberes e realização profissional e após concluírem os seus estudos superiores de música.
A fixação no Algarve de tão numeroso grupo de trabalho das mais diversas especialidades foi tarefa muito difícil e muito dispendiosa. Foi um investimento vultuoso, aplicado ao longo de 18 anos de forma gradual, e de acordo com critérios de oportunidade, necessidade e disponibilidade financeira. Só assim foi possível fixar no Algarve os professores das mais diversas especialidades, que, com o seu trabalho, já conseguiram produzir uma percentagem significativa de docentes algarvios. Estes docentes, tendo obtido mérito no curso do conservatório ministrado pela Academia de Música de Lagos e tendo prosseguido os estudos superiores, encontraram na sua escola de formação o acolhimento e trabalho indispensáveis à sua subsistência no sector e forma profissional de vida.
A Academia de Música de lagos contribuiu também para uma sensibilização e valorização de massa crítica de muitos milhares de alunos, mesmo dos que não concluíram os seus estudos musicais, mas constituem após esta formação, uma classe de pessoas com formação diferente, sensibilidade para as artes e espirito aberto e crítico na componente cultural. Por outro lado, são muitos os alunos que enveredaram por prosseguir os estudos superiores noutras áreas de ensino, encontrando-se a trabalhar na área da cultura em lugares tão exigentes e nobres como a Ópera Nacional de Paris-França (tenor João Cabral), ou a continuar os seus estudos musicais nas Escolas da Academia ou em estabelecimentos de ensino superior em Portugal e no estrangeiro.
O ano letivo 2016-2017 conta com 84 professores, dos quais 4 professores encontram-se de licença sem vencimento/sabática e 13 adstritos apenas às Atividades de Enriquecimento Curricular – Ensino da Música/Expressões Artísticas, no 1º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Pré-Escolar.